Atendimento das 8h às 18h
Olá, visitante. Acesse sua conta ou cadastre-se.
  • COMPRA SEGURA

    100% Confiável

  • ENTREGA GARANTIDA

    Entregamos para todo Brasil

  • ATENDIMENTO

    Ligue 17 3305-5218

O carrinho de compras está vazio!

Pentabiótico Reforcado 6.000.000 UI 15 ml

Fabricante: Fort Dodge
Modelo: Pentabiótico Reforcado
Disponibilidade: Em Estoque
Preço:
R$ 10,89
Impostos Incluso: R$ 10,89

PENTABIÓTICO VETERINÁRIO REFORÇADO reúne em sua composição cinco antibióticos com ação predominantemente bactericida. Este fato confere um sinergismo de ação combinação destes antibióticos. As Penicilinas agem preferencialmente sobre germes Gram-positivos, enquanto que as Estreptomicinas agem sobre germes Gram-negativos. A combinação de antibióticos presente em PENTABIÁTICO VETERINÁRIO REFORÇADO permite conseguir uma rápida absorção no local da injeção devido à Benzilpenicilina potássica. Ao mesmo tempo, ocorre absorção lenta da Benzilpenicilina benzatina. Nestas condições, o animal que está sendo tratado recebe uma rápida e duradoura presença da substância antimicrobiana no plasma sanguíneo. Com isto, temos um ataque imediato infecção e proteção prolongada do animal, evitando doses repetidas em curtos espaços de tempo, como ocorre com outros antimicrobianos. As Penicilinas agem pela influência que exercem na biossíntese e na estrutura da parede celular dos microrganismos. A absorção das Penicilinas é geralmente rápida, atingindo taxas de concentração superiores a 90% no plasma sanguíneo em poucas horas, com exceção da Benzilpenicilina benzatina, que apresenta absorção retardada e se mantém na corrente circulatória até sete dias após a aplicação. Sessenta a 90% das Benzilpenicilinas são eliminadas na urina dentro das seis primeiras horas, ocorrendo também eliminação de traços no leite. A Estreptomicina e seu produto de redução, a Diidroestreptomicina, são classificadas como aminoglicosídeos. Seu efeito predominante se dá em germes Gram-negativos. Elas não inibem a síntese peptídica, porém alteram o ribossomo, de modo que o mecanismo responsável pela sequência dos aminoácidos na cadeia polipeptídica também fique prejudicado. A absorção é rápida, atingindo nível máximo entre trinta e noventa minutos. As Estreptomicinas são eliminadas na urina em até 24 horas após a injeção intramuscular. 

A associação de Penicilinas e Estreptomicinas é reconhecida cientificamente e tem por objetivo: 
- Ampliar o espectro bacteriano; 
- Evitar o aparecimento de resistência; 
- Reduzir a toxicidade.

Fórmula:

Cada frasco-ampola (8,6g) com pó contém:
Benzilpenicilina benzatina .....................................................................................3.000,000 UI
Benzilpenicilina procaína .......................................................................................1.500.000 UI
Benzilpenicilina potássica ......................................................................................1.500.000 UI
Diidroestreptomicina base (sulfato) ..............................................................................1.250 mg
Estreptomicina base (sulfato) .......................................................................................1.250 mg
Ampola com diluente água destilada estéril .....................................................................15 ml

Indicações:
INDICAÇÕES TERAPÊUTICAS:
PENTABIÓTICO VETERINÁRIO REFORÇADO tem ação sobre os seguintes gêneros de microrganismos:
- Streptococcus spp., Pneumococcus spp., Staphylococcus spp., Gonococcus spp., Meningococcus spp., Bacillus spp., Clostridium spp., Actinomyces spp., Corynebacterium spp., Leptospira spp., Escherichia spp., Haemophilus spp., Mycobacterium spp., Pasteurella spp., Salmonella spp., Listeria spp., Pseudomonas spp., Proteus spp., Erysipelothrix spp. e Campylobacter spp.

PENTABIÓTICO VETERINÁRIO REFORÇADO é indicado nas seguintes infecções:
- BRUCELOSE (Brucella spp.)
- DIARÉIAS (Escherichia spp., Salmonella spp., Proteus spp.)
- MASTITES (Streptococcus spp., Bacillus spp., Escherichia spp., Staphylococcus spp., Pasteurella spp., (Corynebacterium spp.)
- ACTINOMICOSE (Actinomyces spp.)
- CARBÚNCULO (Bacillus spp., Clostridium spp.)
- TUBERCULOSE (Mycobacterium spp.)
- RINITES (Escherichia spp., Corynebacterium spp., Pasteurella spp., Pseudomonas spp.)
- PNEUMONIAS (Pasteurella spp., Haemophilus spp., Pneumococcus spp., Streptococcus spp.)
- MENINGITE (Streptococcus spp.,Meningococcus spp.)
- LEPTOSPIROSE (Leptospira spp.)
- VIBRIOSE (Campylobacter spp.)
- ARTRITE (Streptococcus spp.)
- ABORTOS (Leptospira spp., Listeria spp., Actinobacillus spp., Staphylococcus spp., Pasteurella spp.)
- ERISIPELA (Erysipelothrix spp.)

Dosagem:
A dose média para bovinos e equinos é de 5 ml para cada 100 kg de peso vivo, o que corresponde a 12.000 UI das Penicilinas por kg e 5 mg de Estreptomicina e Diidroestreptomicina por kg.

Para ovinos, caprinos e suínos, usar a dose média de 6 ml para 100 kg de peso, o que corresponde a 14.400 UI das Penicilinas por kg e 6 mg de Estreptomicina e Diidroestreptomicina por kg.

Para cães e gatos, usar 0,5 ml para 5 kg de peso, o que corresponde a 24.000 UI das Penicilinas por kg e 10 mg de Estreptomicina e Diidroestreptomicina por kg.
É recomendada uma segunda dose após 5 dias da primeira, mesmo tendo desaparecido os sintomas clínicos, evitando assim a permanência de infecções subclinicas.
O uso profilático do medicamento deverá ficar a critério do Médico Veterinário.

Administração:
PREPARAÇÃO DA SUSPENSÃO E VIA DE APLICAÇÃO:
A suspensão deve ser feita no momento da aplicação com todo o volume do diluente, cuja ampola acompanha o frasco com o pó.

1- Tirar o disco metálico que está sobre a rolha da borracha.
2- Desinfetar a rolha de borracha com álcool.
3- Usando seringa provida de agulha cujo calibre não seja inferior a 0.8 mm, injetar o diluente no frasco.
4- Retirar a agulha e agitar energicamente o frasco até obter completa homogeneização da suspensão.
5- Injetar um pouco de ar no frasco e retirar o volume desejado de suspensão.
6- Aplicar a injeção por via intramuscular profunda, puxando o êmbolo antes de injetar o medicamento, para se certificar de que nenhum vaso sanguíneo foi atingido.

Precauções:
PERÍODO DE CARÊNCIA:
CARNE: Observar o período de 30 dias após a última aplicação de PENTABIÓTICO VETERINÁRIO REFORÇADO para o abate de animais cuja carne se destina ao consumo humano e 96 a 120 horas ou 8 à 10 ordenhas para o consumo do leite in natura ou industrializado.

CONTRA-INDICAÇÕES:
Alergia à penicilina e nefrite com perda funcional superior a 75%.

REAÇÕES ADVERSAS:
Fenômenos alérgicos devido às penicilinas não ocorrem nos animais com a mesma freqüência com que se observa no homem. No entanto, embora raros, estes fenômenos não podem ser totalmente descartados.
Ruminantes e suínos podem apresentar dispnéia e agitação.
Cães podem apresentar convulsões, vômitos e diarréia.
Eqüinos apresentam dispnéia e sinais nervosos.
Os choques anafiláticos devido à penicilina são raríssimos em animais.
A Estreptomicina e a Diidroestreptomicina, quando associados, têm seus efeitos ototóxicos reduzidos. Tais efeitos só podem ser observados em cães e gatos tratados com altas doses por períodos longos de tempo.

Os choques anafiláticos em animais devido à penicilina são raros, no entanto, o Médico Veterinário deve estar atento à possibilidade de ocorrência.

CUIDADOS DE CONSERVAÇÃO:
Manter sempre os frascos-ampola do medicamento ao abrigo do calor, da luz e umidade. Uma vez preparada a suspensão, esta manterá a sua potência por até sete dias se guardada em temperatura de 3°C a 6°C.

Apresentação:
PENTABIÓTICO VETERINÁRIO REFORÇADO 1 frascos-ampola acompanhados de ampolas de diluente.

Fazer um comentário

Seu Nome:



Seu Comentário:

Obs: Não há suporte para o uso de tags HTML.

Avaliação: Ruim           Bom

Digite o código da imagem: